Madagascar | Cultura & Alta Biodiversidade

04 OUT - 13 OUT 2020


INSCRIÇÕES ABERTAS

CONHEÇA TODA A BIODIVERSIDADE DE UM DOS ECOSSISTEMAS MAIS ISOLADOS DO MUNDO

Madagascar é um lugar perdido no tempo. Suas tradições, sua geologia, sua fauna e sua flora, tudo remonta  uma outra época. Em solo malgaxe quem dá as cartas é a natureza, cabe ao homem apenas seguir esse ritmo. A quarta maior ilha do mundo é um destino repleto de particularidades. A todo momento somos surpreendidos por uma beleza ímpar, uma extravagância completa e uma simplicidade cativante.

Nossa jornada começa pelas florestas do leste da ilha. Já na primeira parada, teremos a oportunidade de fotografar de perto as belezas e cores de diversas espécies de camaleões. Na sequência vamos em busca do maior de todos os lêmures: o Indri indri. Com sua vocalização peculiar, a espécie nos recebe em meio à mata fechada e proporciona um grande encontro com a vida selvagem endêmica de Madagascar. Nessa região teremos a chance de fotografar outras espécies de lêmures, como o sifaka diademado e o varecia preto e branco. A flora da região também será um dos nossos alvos, pois nos deparamos com diferentes espécies de orquídeas pelas trilhas que vamos percorrer.

Ao concluirmos esta etapa da expedição seguiremos rumo à Morondava, na costa oeste da ilha. Com sua cultura pesqueira e as embarcações tradicionais, essa região nos brinda com cenas de beleza ímpar no amanhecer e pôr do sol. Dali também sairemos para fotografar um dos pontos altos da nossa jornada: a Alameda dos Baobás! As árvores impressionam pelo tamanho, por sua forma e também por sua distribuição, parecendo que foram plantadas como num jardim de Burle Marx.

A próxima parada é a Reserva de Kirindy, casa de baobás milenares e também de uma fauna impressionante. Ali há a chance de fotografarmos o maior predador de Madagascar: a fossa. Veremos também o lêmure Sifaka de Verreaux, que chama atenção por sua coloração branca em meio a floresta decídua. As aves também são um ponto alto dessa região, onde poderemos fotografar a coua-de-crista e o drongo, ave símbolo do país. A prática de fotografia noturna nessa região também nos dará a chance de ver os baobás com estrelas ao fundo, numa das cenas que todo fotógrafo sonha poder registrar.

Além de uma riquíssima expedição visual, Madagascar é também uma jornada de autoconhecimento. Lugar onde podemos sentir o tempo com as mãos, vendo de perto a força de sua natureza e a simplicidade e beleza de seu povo.

João Marcos Rosa

 

 

“Eu tinha uma expectativa muito alta em relação a viagem de Madagascar, tanto por ser um destino que eu sonhava conhecer há muito tempo, como pelas recomendações super positivas que tinha de amigos que já viajaram com a OneLapse. Ainda assim, o roteiro, a organização e a assistência recebidas superaram a minha expectativa. Não vejo a hora de embarcar em outra aventura com vocês!”  –  Andrea Goldschmidt, São Paulo/SP

Clique aqui e confira a Galeria completa de fotos

CONFIRA OS VALORES E CONDIÇÕES

João Marcos Rosa

National Geographic

João Marcos Rosa é um fotógrafo brasileiro apaixonado pela cultura e vida selvagem. Jornalista por formação, é um dos sócios fundadores da Nitro Imagens e tem especial talento para contar histórias visuais ligadas à biodiversidade e à conservação ambiental.

Desde 2004 é colaborador da National Geographic Brasil, com imagens também publicadas na edição principal da revista nos EUA, além de Espanha e Alemanha. Seus trabalhos ainda podem ser encontrados em revistas como GEO, BBC Wildlife, Terra Mater e já ilustraram campanhas de conservação para Greenpeace, UNESCO, e WWF.

É autor dos livros Harpia (2010), Arara azul Carajás (2015) e Jardins da Arara de Lear (2017). Entre as exposições realizadas estão “Mormaço na Floresta”, exibido na Galeria dos Povos Indígenas em Brasília em 2008 e “Pássaros Brasileiros”, com exibição no Weltvogelpark, na Alemanha, em 2010. Em 2012 levou para a Fotogaleria a Céu Aberto, em Montevidéu, a exposição “Territórios e Encontros” com imagens de seus documentários sobre a fauna brasileira. Em 2016, a convite do Horniman Museum, em Londres, expôs o trabalho “Fauna Brazil” e, nesse mesmo ano, participou da exposição “Brazlilica”,  do St. George’s Hall, em Liverpool.

Vencedor de diversos prêmios, como o World Bird Photo Contest, Itaú/BBA, New Holland Fotojornalismo e Avistar, João Marcos Rosa também tem fotografias emblemáticas publicadas nos livros “Back from the Brink” (CEMEX, 2017), “A Geography of Hope” (CEMEX, 2106), “Facing Extinction” (Birdlife/T&AD poiser, 2010), entre outros.

Clique aqui e saiba mais sobre o Fotógrafo.

DIA A DIA

LEGENDA

  Café da manhã incluído
  Almoço incluído
  Jantar incluído

DIA 1 | ANTANANARIVO

Chegada ao aeroporto internacional de Antananarivo (também chamada de Tana), a capital de Madagascar. Traslado ao hotel com tempo livre para descanso. À noite, nos reuniremos com o fotógrafo João Marcos Rosa para um briefing com detalhes sobre o dia a dia da nossa expedição. Pernoite.

DIA 2 | ANTANANARIVO – ANDASIBE

Após o café da manhã, sairemos em direção ao Parque Nacional Andasibe, famoso por abrigar algumas das principais espécies de lêmures. No caminho, visitaremos uma reserva privada para conhecer e fotografar camaleões e lagartos endêmicos da ilha. Será uma excelente oportunidade para praticarmos a macro fotografia, com luz natural e flash, já que teremos contato próximo com uma grande diversidade de espécies. Na sequência, seguiremos viagem até Andasibe, nossa base pelas próximas três noites. Pernoite.

DIA 3 | ANDASIBE

O Parque Nacional Andasibe é formado pelo parque de Mantadia e a Reserva de Analamazaotra. Considerada a “casa” do famoso “Indri-Indri”, o maior primata de Madagascar e facilmente observável neste parque natural, além de outras 11 espécies de lêmures, como o lêmure de barriga vermelha, o lêmure grisalho do bambu, o varecia-preto-e-branco e o espetacular sifaka diademado. A flora se caracteriza por vegetação exuberante e tropical no bosque de Mantadia, um dos últimos bosques primários do planeta. Nosso principal foco em Andasibe será fotografar o Indri e, de acordo com a orientação do fotógrafo e dos guias locais, selecionaremos as locações mais indicadas para o dia de atividades. Se tivermos sorte, algumas outras espécies de animais endêmicos poderão ser observadas e fotografadas. Retorno ao hotel e pernoite.

DIA 4 | ANDASIBE – ANTANANARIVO

Pela manhã, teremos mais uma sessão de fotos com foco nos lêmures. Em seguida, retornaremos à capital Antananarivo com o restante do dia livre para descanso, atividades individuais ou análise do material produzido até o momento junto ao fotógrafo.

DIA 5 | ANTANANARIVO – MORONDAVA

Após o café da manhã, seguiremos ao aeroporto para embarque com destino a Morondava, na costa oeste de Madagascar. Chegada e traslado ao hotel para check-in. À tarde, uma boa opção pode ser fotografar da praia a chegada dos pescadores que retornam de um longo dia de trabalho nas águas do Canal de Moçambique. Muitas famílias dependem da pesca nessa região, e as pequenas e tradicionais embarcações a vela podem proporcionar lindas imagens ao pôr do sol.

DIA 6 | MORONDAVA

Nosso dia será dedicado a visitar e fotografar a famosa Alameda dos Baobás, local emblemático de Madagascar presente no imaginário de todo fotógrafo e viajante. O lugar consiste em uma estrada de terra com diferentes espécies de baobás (das nove existentes no mundo, seis são endêmicas de Madagascar). Pretendemos documentar a região em três diferentes momentos do dia: durante o amanhecer, ao pôr do sol e também à noite. Em cada momento do dia teremos tempo suficiente para buscar os melhores ângulos sob a luz mais adequada para os nossos objetivos. Retorno ao hotel e pernoite.

DIA 7 | MORONDAVA – KIRINDY

Pela manhã, sairemos em direção a Reserva de Kirindy. Nosso hotel fica localizado ao lado de uma comunidade local e de um baobá enorme, muito antigo e sagrado para o povo malgaxe. À noite, faremos mais uma saída para praticarmos a fotografia noturna tendo como primeiro plano os enormes baobás da costa oeste de Madagascar. Retorno ao hotel e pernoite.

DIA 8 | KIRINDY – MORONDAVA

Kirindy é uma floresta localizada em um dos ecossistemas mais ameaçados de Madagascar: suas florestas decíduas secas. A floresta abriga sete espécies de lêmures e uma série de répteis endêmicos. A flora é igualmente incomum – uma série de espécies únicas são encontradas em Kirindy. Visitaremos o local acompanhados por guias nativos e experientes, que nos conduzirão em busca dos animais. Os lêmures menores, de hábito noturno, saem de buracos escavados no tronco das árvores e são mais fáceis de serem fotografados nesse horário do dia, pois sua visão é prejudicada pela luz e acabam ficando mais expostos. Os elegantes lêmures Sifaka brancos são comuns na região e as árvores secas facilitam tanto a nossa locomoção quanto a visão em meio a este ecossistema. Em seguida, retornaremos a Morondava passando mais uma vez pela Alameda dos Baobás. Chegada ao hotel e noite livre. Pernoite.

DIA 9 | MORONDAVA – ANTANANARIVO

Pela manhã, teremos a oportunidade de fotografar os pescadores saindo para mais um dia de trabalho no Canal de Moçambique. A luz da região nos proporciona belos registros desse momento. Em seguida, check-out e traslado ao aeroporto para embarque de retorno a Antananarivo. Chegada e restante do dia livre para atividades individuais.

DIA 10 | ANTANANARIVO – EMBARQUE

De acordo com o horário do voo, traslado ao aeroporto para embarque, de onde nos despediremos com ótimas recordações.

FIM DOS SERVIÇOS

GALERIA DE FOTOS

Fotos: João Marcos Rosa. Todos os direitos reservados.

MAIS INFORMAÇÕES

   HOSPEDAGEM

ANTANANARIVO: Palissandre Hotel & Spa
ANDASIBE: Mantadia Lodge
MORONDAVA: Palissandre Cote Ouest Resort & Spa
RESERVA DE KIRINDY: Relais de Kirindy

INCLUI

  • 9 noites de hospedagem, sendo 6 com meia pensão e 3 com café da manhã
  • Traslados de chegada e saída nos horários de voos selecionados para o grupo
  • Transporte privativo ao grupo durante a viagem em microônibus ou veículos 4×4
  • Passagens aéreas para trechos internos entre Antananarivo e Morondava
  • Entradas para todos os locais visitados e listados no roteiro
  • Refeições conforme roteiro
  • Acompanhamento e assistência fotográfica de João Marcos Rosa
  • Acompanhamento de guia local falando espanhol
  • Seguro viagem April – Plano 60 Mundo

NÃO INCLUI

  • Passagens aéreas internacionais
  • Visto de entrada em Madagascar (cerca de USD40)
  • Refeições não mencionadas e bebidas durante refeições já incluídas
  • Traslados de chegada e saída em horários diferentes do recomendado
  • Excesso de bagagem nos voos internos (limite de 20kg de bagagem despachada)
  • Early check-in e late check-out
  • Equipamento fotográfico
  • Gastos pessoais e gorjetas

OBSERVAÇÕES

  • Para esta viagem, brasileiros necessitam de passaporte com validade mínima de 6 meses a partir da chegada a Madagascar, certificado internacional de vacinação contra a febre amarela e emissão de visto na chegada (cerca de USD40);
  • Esta viagem é destinada a todos os entusiastas da fotografia, de iniciantes a profissionais, não havendo pré-requisito como nível de conhecimento ou equipamento fotográfico. As orientações do fotógrafo serão feitas de acordo com o objetivo de cada participante. Todos os inscritos devem ter consciência de que o foco da viagem é a fotografia e por este motivo teremos horários específicos de saída e retorno das atividades;
  • Os preços estão em dólares americanos (US$) e por pessoa. A conversão para o Real levará em consideração o câmbio turismo no dia do pagamento, conforme cotação do Valor Econômico;
  • Durante o roteiro, especialmente nos deslocamentos, poderemos passar por regiões com infraestrutura precária e nem sempre será possível garantir bons restaurantes, banheiros, etc. No entanto, faremos o possível para tentar minimizar qualquer desconforto;
  • O descritivo do roteiro é uma ideia das atividades que buscaremos fazer durante a expedição e que podem ser alteradas de acordo com as condições climáticas, recomendações do fotógrafo responsável ou motivos de força maior.

 

EQUIPAMENTOS RECOMENDADOS

  • Câmera fotográfica
  • Cartões de memória
  • Lentes de 17mm a 400mm e Macro
  • Tripé
  • Cabo disparador
  • Flash

* Em caso de dúvidas, clique aqui e veja nosso FAQ.

QUER SE INSCREVER OU TEM DÚVIDAS?

PARTE TERRESTRE – VALORES POR PESSOA

POR PESSOA EM ACOMODAÇÃO DUPLA:

US$ 4.990,00*

SUPLEMENTO VOLUNTÁRIO PARA QUARTO INDIVIDUAL US$ 800,00

SINAL EM DEPÓSITO NO MOMENTO DA INSCRIÇÃO: R$ 2.500,00

DESCONTO AOS 4 (QUATRO) PRIMEIROS INSCRITOS: R$ 700,00

FORMAS DE PAGAMENTO:

  • À vista em depósito/boleto com 5% de desconto
  • 30% de entrada + Saldo em até 4x sem juros nos cartões de crédito Visa, Master e Amex.

 

* Caso o grupo seja fechado e não haja um participante para dividir o quarto duplo, deverá ser pago um suplemento involuntário no valor de US$400,00. Este valor será cobrado a vista em até 72h antes do início dos serviços.

** Esta viagem exige um mínimo de 8 participantes para que o grupo seja confirmado. O sinal não é reembolsável em caso de desistência da viagem e não pode ser transferido para outro destino. A confirmação ou não da saída será feita no dia 31/07/2020 ou antes, caso já tenhamos atingido o número mínimo de participantes. Confirmando o grupo, o valor do sinal será abatido da entrada e caso o mesmo não seja confirmado, o valor será integralmente devolvido.