BLOG

UM LUGAR ESPECIAL PARA INSPIRÁ-LO COM BELOS CENÁRIOS, CURIOSIDADES, EXPERIÊNCIAS DOS VIAJANTES, ALÉM DE DICAS E TÉCNICAS DE FOTOGRAFIA COMPARTILHADAS PELOS RENOMADOS FOTÓGRAFOS DO NOSSO TIME.

Como monetizar fotos de viagem?

26 ago 2019 | Por admin

Já imaginou ganhar dinheiro com fotos de viagens? Pois sim, é perfeitamente possível, e por meio da internet. Nos últimos anos, a fotografia se tornou uma arte rentável no ambiente online, e vamos exemplificar a receita que muitos fotógrafos têm seguido para faturar com suas fotos, já que nem todos sabem como monetizar fotos.

Em 2010, o Instagram foi criado com objetivo de ser uma rede social despretensiosa, para que o usuário comum pudesse compartilhar suas fotos preferidas entre seus seguidores. Com a popularidade em exponencial da
plataforma, houve uma procura muito grande por fotógrafos e outros produtores de conteúdo, o que impulsionou a fotografia – inclusive a de viagem – como um negócio altamente rentável.

Mas antes de traçar uma estratégia para se ganhar dinheiro com fotos de viagens, é necessário treinar suas aptidões e investir em equipamentos para se ter melhores resultados e tornar seu trabalho atrativo. Embarcar em uma expedição fotográfica com equipamento profissional, por exemplo, é um excelente caminho para conseguir um portfólio que chame a atenção.

Abaixo você confere 5 dicas valiosas para você dar seus primeiros passos para ganhar dinheiro com suas fotos de viagens.

1. Banco de Imagem

Uma das alternativas para quem quer ganhar dinheiro com fotografia de viagens, é vendê-las através de banco de imagens. Plataformas como a Adobe Stock permitem que você publique suas fotografias e ganhe comissões quando alguém fizer o download delas.

Por ser um serviço extremamente concorrido, o melhor é sair na frente nas pesquisas investindo em palavras-chave, em técnicas e ângulos não tão convencionais e que transmitem alguma emoção para o comprador. Além disso,
imagens mais coloridas, registradas na famosa golden hour, são mais atrativas para quem compra as imagens.

Alguns bancos de imagem para vender suas fotos de viagens:

a) Shutterstock

Com uma interface impressionante, a Shutterstock é uma das melhores plataformas para se vender fotos. Com critérios mais rígidos do que suas concorrentes, para ter sua foto aprovada no site é necessário adicionar um pacote com no mínimo 10 fotos, sendo que pelo menos duas delas devem ser aprovadas. O lucro na Shutterstock pode variar de $0,25 a $120 por foto.

b) Storyblocks

A mais nova das três ferramentas, a Storyblocks é um site do tipo MicroStock que também tem um vasto acervo de fotos e vídeos e que pode ser concorrido tanto quanto os outros bancos de imagenspara a venda de suas imagens. Com uma interface despretensiosa e fácil de navegar, a plataforma dá uma maior autonomia no gerenciamento das imagens e promete repassar 100% do valor das fotos vendidas para o autor.

c) iStock

A iStock é uma plataforma de um dos bancos de imagem mais famosos no mundo, a Getty Images, e pode ser considerado um dos sites do tipo MicroStock mais utilizadas no mundo todo. Por ser largamente utilizado, a iStock é
consequentemente a mais concorrida de todas. Além disso, o site conta com uma interface menos dinâmica, sendo permitido fazer apenas um upload por vez. O lucro na iStock pode variar de $0,10 a $4,25 por foto.

2. Venda de infoproduto

Pra quem gosta de trocar experiências e conhecimentos, uma alternativa interessante para ganhar dinheiro com fotos de viagens é utilizá-las como plataforma para a venda de infoprodutos. Defina uma área da fotografia de viagens que tenha mais experiência e venda cursos que podem ser disponibilizados em serviços de vídeo-aula como a Udemy ou até mesmo monetizar tutoriais em vídeo no YouTube.

Além disso, uma boa oportunidade para se ganhar dinheiro com suas fotografias é a venda de e-books e consultorias online. Utilizando-se das redes sociais, e sobretudo de seu site, é possível alavancar seu trabalho como fotógrafo e ainda sim gerar renda com o seu conhecimento.

E sim, hoje em dia, todo fotógrafo(a) precisa de um site para disponibilizar seu portfólio de modo profissional na internet. Falaremos disso adiante.

3. Vendas de Presets

Uma das formas para se ganhar dinheiro com fotos de viagens, é a venda de presets do Adobe Photoshop Lightroom. Crie um conceito de cores, contrastes e matizes, e o aplique nas configurações a fim de criar um aspecto interessante para fotos. Neste caso, é muito importante ter nas redes sociais um feed bem estruturado para chamar atenção dos possíveis compradores de seus presets.

Um ponto importante é utilizar o seu próprio portfólio como plataforma para a venda de seus presets.

4. Buscando parcerias

Outra alternativa interessante para quem quer ganhar dinheiro enquanto fotografa viagens é procurar parcerias e oferecer seus serviços de fotografia para hotéis e companhias aéreas em troca de passagens, hospedagem, passeios e outros adicionais de sua viagem. Além de economizar com sua estadia, você pode gerar renda extra agendando ensaios durante a sua viagem.

5. Blog / Vlog

Um meio para se comunicar com o público em geral em forma de texto ou vídeo, contando suas experiências, pode ser um caminho interessante para monetizar seu trabalho como fotógrafo(a) enquanto viaja. Além da monetização que pode ser aplicado em vídeos no YouTube, o fotógrafo pode fechar parcerias com marcas e anunciar produtos e serviços em seu canal. Para isso, além de se ter um site é necessário a criação de um mídia kit, para atrair possíveis contratantes.

Estas são algumas das inúmeras formas de se ganhar dinheiro com suas fotos de viagem. É necessário dedicação e paciência, mas além disso, o ponto comum entre todas estas alternativas é a necessidade de se ter um portfólio online, para mostrar para os possíveis contratantes ou até mesmo para o público em geral, seu trabalho de forma profissional dando credibilidade e segurança. Nenhuma empresa como a Adobe contrata profissionais apenas por ter um feed bonito no Instagram, é necessário profissionalizar o portfólio.

As redes sociais são necessárias para o trabalho do fotógrafo e ajudam a saber como monetizar fotos, mas só podem ser utilizadas como complemento. Neste caso é importantíssimo que você tenha um site que sirva como uma vitrine a fim de construir uma audiência e um meio de contato direto com futuras parcerias. Para criar um site profissional especializado para fotógrafos e videomakers, com e-commerce, blog e redes sociais integrados, clique aqui.

admin

Autor:

admin

O QUE ACHOU? DEIXE SEU COMENTÁRIO: