(11) 2528-9181contato@onelapse.com.br

NAMÍBIA

/ NAMÍBIA

EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA – NAMÍBIA

COM CRISTIANO XAVIER

de 29 de maio a 8 de junho –  ESGOTADO

o fotógrafo

Mineiro de Belo Horizonte, Cristiano Xavier é fotógrafo com grande experiência em fotografia de natureza, paisagens e fotografia noturna. É sócio da OneLapse, coordenador das expedições e ministra a maior parte dos workshops. Sempre viajando pelo mundo, busca captar a luz dos lugares por onde passa de uma forma única, imprimindo em seus trabalhos um olhar diferenciado com técnica apurada.

Atua também em fotografia publicitária, industrial, gastronomia e Fine Art desde 2002 atendendo clientes no Brasil, Estados Unidos e Portugal. Possui no currículo 10 exposições individuais, 2 coletivas, 5 prêmios nacionais e 1 internacional, além da coordenação de expedições fotográficas no Brasil, América do Sul, América do Norte e África.

Para saber mais sobre Cristiano Xavier, acesse sua página oficial ou seus perfis no Facebook e Instagram.

o destino

A Namíbia está situada no sudoeste africano entre os desertos de Namib e Kalahari, e possui a segunda menor densidade demográfica do mundo, atrás apenas da Mongólia. Foi colonizada por alemães e ainda se vê claramente a influência na arquitetura, costumes e gastronomia. É uma terra de contrastes extremos e por isso possui paisagens belíssimas. A corrente atlântica bem fria torna o clima do litoral totalmente diferente do interior quente e árido.

O país é chamado de “A terra que Deus fez em um momento de raiva”. Em seu terreno austero, parecia que o projeto de criação da Namíbia havia sido cuidadosamente concebido, mas abandonado no meio do processo: leitos de rios completamente secos e sedentos, savanas desprovidas de vegetação, dunas de areia imponentes se deslocando sem rumo há milênios.

Deus abençoou a Namíbia com muita luz, mas não proporcionou muitos lugares para se proteger dela. E mesmo assim, Ele não foi completamente negligente: em poucos lugares a paleta de cores da terra parece caleidoscópica. O que poderia ter sido uma topografia monocromática monótona é na verdade sedutora, com tons de branco, vermelho e marrom se misturando no céu do início da manhã e do crepúsculo. Em outras palavras, um verdadeiro paraíso para nós fotógrafos.

Iniciei minha viagem pela capital Windhoek, de onde parti ao sul do país em busca da floresta de Quiver Trees. Estes espécimes não são verdadeiras árvores e sim pertencem ao gênero Aloe. Sua forma primitiva e exótica rende belas silhuetas ao nascer do sol e também enigmáticas imagens noturnas com a técnica do light painting. Saindo de Keetmanshoop, fui conhecer um dos locais mais fantásticos em que já estive, a cidade fantasma de Kolmanskop. A cidade foi construída no início do século XX por colonizadores alemães interessados na mineração de diamantes, e posteriormente abandonada na década de 50. A partir daí, o deserto começou a engoli-la aos poucos até formar o enigmático cenário que encontramos hoje. São dezenas de prédios e casas parcialmente soterrados pela areia formando cenas únicas quando a luz da manhã entra pelas janelas e portas.

Saindo do litoral em direção nordeste chegamos ao Naukluft National Park, na borda leste do imenso mar de dunas alanjadas, uma das maiores do mundo. O clima já é bem quente, mas a paisagem é algo encantador. Dirigir por entre as dunas no por do sol nos possibilita inúmeras possibilidades fotográficas, pois suas formas e contrastes mudam a todo momento acompanhando a mudança do ângulo da luz. Um voo de balão logo pela manhã nos dá a noção do imenso deserto de Namib. Em Naukluft, temos talvez o local mais icônico da Namíbia, o Deadvlei, uma planície de sal circundada por dunas de mais de 200 metros de altura. Nesta planície encontramos várias árvores mortas com cerca de 900 anos de idade e preservadas pelo clima seco do deserto. A vida selvagem aqui não é tão abundante, mas é relativamente fácil encontrar espécies como o Órix e bandos de avestruzes.

Finalizaremos a viagem no litoral novamente, mas desta vez mais ao norte, em Swakopmund, uma cidade cheia de lojas e cafés, desenvolvida, onde a arquitetura colonial é bem preservada. Daqui é possível visitar a costa do esqueleto fazendo um sobrevoo opcional, a baía de Walvis (onde há uma grande colônia de flamingos) e também Cape Cross com sua famosa colônia de focas, lobos marinhos, golfinhos e pássaros. Bons restaurantes próximos a praia servem frutos do mar e gastronomia internacional, proporcionando o ambiente perfeito para confraternizarmos depois de dias inesquecíveis na África.

Cristiano Xavier

roteiro dia a dia

LEGENDA:
(C) Café da manhã incluído
(A) Almoço incluído
(J) Jantar incluído

DIA 1 | WINDHOEK
Chegada ao aeroporto internacional de Windhoek. Recepção e traslado ao hotel para check-in. A noite, nos encontraremos com o fotógrafo Cristiano Xavier para um briefing detalhado sobre o dia a dia da viagem. Pernoite.

DIA 2 | WINDHOEK – KEETMANSHOOP (C, A, J)
Café da manhã e saída com destino a cidade de Keetmanshoop, considerada a capital e centro econômico do sul do país. Lá teremos a oportunidade de fotografar a peculiar floresta de Quiver Trees com a luz do fim do dia. Estas espécies vegetais não são consideradas árvores, mas uma espécie do gênero Aloe encontrada somente na Namíbia e norte da Africa do Sul. Só se tem notícia de duas aglomerações espontâneas destes vegetais no mundo, sendo a outra localizada em Gannabos. Retorno ao hotel e pernoite.

DIA 3 |KEETMANSHOOP (C, A, J)
Neste segundo dia em Keetmanshoop, teremos a oportunidade de fotografar um pouco da vida selvagem pela manhã (guepardos e suricatos). No período da tarde, vamos explorar uma região com formações rochosas bem enigmáticas aproveitando o por do sol. Estas formações se originaram há 180 milhões de anos na separação dos continentes quando o magma foi forçado entre fendas e a erosão subsequente criou o que se chama hoje de Giant’s Playground, pois a sensação que temos é que uma criatura gigante empilhou as pedras uma a uma. Trata-se de uma excelente área para exercitarmos a composição entre rochas e Quiver Trees, e por ser uma área muito primitiva, as imagens em preto e branco proporcionam um apelo especial. Fotos noturnas estão planejadas dependendo das condições climáticas. Retorno ao hotel e pernoite.

DIA 4 |KEETMANSHOOP – LUDERITZ (C, A, J)
Após o café da manhã, sairemos em direção a cidade litorânea de Luderitz, conhecida por sua arquitetura colonial, incluindo obras no estilo Art Nouveau. Aqui, o clima já é bem mais frio do que no interior por conta da ação da corrente gelada que atinge o litoral do país. Ao redor de Luderitz, vamos conhecer um pouco da sua história mineradora e como os colonizadores alemães ocuparam a região na busca pelos diamantes. Teremos também a oportunidade de andar pelas ruas da cidade fantasma de Kolmanskop, construída em 1908 na corrida pelos diamantes. Posteriormente, na década de 1950, a cidade já estava vazia e abandonada devido ao esgotamento das minas. Aos poucos, o deserto que existe nos arredores da cidade foi invadindo as casas pelas suas frestas, transformando as belíssimas mansões e salões em grandes dunas em meio a paredes e janelas, criando um ambiente ao mesmo tempo sinistro e instigante com a luz do final do dia. São poucos os lugares no mundo com esta atmosfera. Chegada ao charmoso hotel a beira mar para pernoite.

DIA 5 | LUDERITZ – SOSSUSVLEI (C, A, J)
De Luderitz seguiremos pelo interior da Namíbia até Sossusvlei, uma das portas de entrada do deserto de Namib. O nome Sossusvlei tem uma mistura de origens e significa “Pântano sem fim” ou “Pântano sem saída”. O nome foi dado porque o efêmero Rio Tsauchab desembocava ali se transformava num local com sistema de drenagem onde a água não saía. Nos hospedaremos num EcoLodge na encosta de um rochedo com vista para a bela paisagem. No final do dia, teremos a oportunidade de fotografar a luz moldando as maiores dunas do mundo que chegam a 300 metros de altura. Retorno ao hotel e pernoite.

DIAS 6 e 7 | SOSSUSVLEI (C, A, J)
Durante estes dois dias, vamos explorar Sossusvlei e arredores em busca da vida selvagem e curvas do deserto além do icônico Deadvlei, considerado um dos locais mais incríveis do mundo. Imagine uma planície de sal cercada por gigantescas dunas vermelhas e que abriga dezenas de esqueletos de Acácias centenárias, que acredita-se terem por volta de 900 anos de idade e que agora estão com galhos negros pela intensa exposição ao sol. Estando aparentemente petrificada, a madeira destas árvores não se decompõe pelo simples fato de estarem seca por completo. Todo este cenário teve origem há séculos atrás quando as dunas avançaram e bloquearam o suprimento de água que mantinha a vegetação verdejante, matando as Acácias. Um local de silêncio e energia forte. A contraposição destas árvores retorcidas com as dunas no nascer do sol geram imagens únicas. Suas sombras com formas humanas também criam silhuetas gráficas de extrema beleza. Em uma das manhãs haverá a oportunidade de um voo de balão opcional (ZAR 6150, cerca de USD470) sobre o leito do rio entre as dunas, completando a experiência singular nesta região.

DIA 8 | SOSSUSVLEI – SWAKOPMUND (C, A, J)
De Sossusvlei seguiremos até Swakopmund, uma cidade também litorânea, principal balneário da Namíbia e um dos mais bem preservados exemplos da arquitetura colonial alemã no mundo. Andaremos por suas ruas fotografando cenas urbanas e teremos tempo para comprar algumas lembranças da Namíbia. Várias lojas exibem antiguidades, objetos típicos e o belo artesanato local para todos os gostos e bolsos. A noite, poderemos desfrutar de bons restaurantes na região do cais. Pernoite.

DIA 9 | SWAKOPMUND (C, A, J)
Pela manhã, visitaremos uma colônia de flamingos na Baía de Walvis, ótima chance para exercitarmos a fotografia de movimento e o panning. Na parte da tarde, dependendo do clima iremos até um dos navios encalhados no caminho de Cape Cross. Teremos também a oportunidade de fazer um sobrevoo opcional na famosa Costa do Esqueleto (ZAR 2870, cerca de USD220). Retornaremos para o hotel com tempo livre a tarde para atividades individuais, além do fotógrafo estar a disposição para comentários e dúvidas sobre as fotos. Pernoite.

DIA 10 | SWAKOPMUND – WINDHOEK (C)
Manhã livre para atividades individuais até o horário do check-out. Transporte de volta a capital Windhoek. Chegada, check-in e restante do dia livre.

DIA 11 | WINDHOEK – EMBARQUE (C)
Dia livre. De acordo com o horário do voo, traslado ao aeroporto para embarque, de onde nos despediremos com ótimas recordações.

FIM DOS SERVIÇOS

observações

  • Esta viagem é destinada a todos os entusiastas da fotografia, de iniciantes a profissionais, não havendo pré-requisito para inscrição, como nível de conhecimento ou equipamento fotográfico. As orientações do fotógrafo serão feitas de acordo com o objetivo de cada participante;
  • Os preços estão em dólares americanos (US$) e por pessoa. A conversão para o Real levará em consideração o câmbio turismo no dia do pagamento, conforme cotação do Valor Econômico;
  • Brasileiros necessitam de passaporte com validade mínima de 6 meses a partir da chegada a Namíbia e certificado internacional de vacinação contra a febre amarela (a vacina deve ser tomada com pelo menos 10 dias de antecedência ao embarque). O visto para brasileiros é gratuito e emitido na chegada ao país;
  • A ordem do roteiro pode ser alterada após o início da viagem, devido às condições climáticas e/ou caso o fotógrafo responsável considere necessário.

HOSPEDAGEM

WINDHOEK: Hilton Windhoek
KEETMANSHOOP: Bird Mansions Hotel
LUDERITZ: Luderitz Nest Hotel
SOSSUSVLEI: Sossus Dune Lodge e Moon Mountain Lodge
SWAKOPMUND: Strand Hotel

parte terrestre - valores por pessoa

POR PESSOA EM APTO DUPLO: US$ 4.390,00*
SUPLEMENTO VOLUNTÁRIO PARA QUARTO INDIVIDUAL: US$ 700,00

DEPÓSITO NO MOMENTO DA INSCRIÇÃO: R$2.500,00**
DESCONTO PARA OS 06 (SEIS) PRIMEIROS INSCRITOS: R$700,00 – PRIMEIRAS VAGAS ESGOTADAS

* Caso o grupo seja fechado e não haja um participante para dividir o quarto duplo, deverá ser pago um suplemento involuntário no valor de US$350,00. Este valor deverá ser pago a vista 72h antes do início dos serviços.

** Esta viagem exige um número mínimo de 10 participantes para que o grupo seja confirmado. No momento da inscrição, deverá ser pago um sinal como garantia de inscrição no valor de R$2.500,00 por pessoa, sendo que este sinal não é reembolsável em caso de desistência da viagem e não pode ser utilizado como crédito para outro destino. A confirmação ou não da saída será feita no dia 31/03/2017 ou antes, caso já tenhamos atingido o número mínimo de participantes. Confirmando o grupo, o valor será abatido da entrada e caso o mesmo não seja confirmado, o valor será integralmente devolvido.

formas de pagamento

  • À vista com 5% de desconto em dinheiro, cheque ou boleto bancário
  • 5x sem juros (30% de entrada em depósito + 4x iguais no cheque, boleto ou nos cartões VISA ou MasterCard)

inclui

  • 10 noites de hospedagem com refeições conforme indicado no roteiro;
  • Traslados de chegada e saída privativos ao grupo somente nos horários de chegada e saída indicados na confirmação da saída;
  • Transporte e saídas privativas ao grupo para todas as locações mencionadas no roteiro;
  • Entradas para todas as locações selecionadas;
  • Acompanhamento do fotógrafo Cristiano Xavier durante todas as saídas, instruções em cada locação conforme objetivos dos participantes e dicas sobre tratamento e edição de imagens;  
  • Acompanhamento de representante OneLapse falando português durante todo o roteiro;
  • Seguro viagem GTA – Plano Euro Max

não inclui

  • Passagens aéreas internacionais e taxas de embarque;
  • Traslados de chegada e saída fora dos horários selecionados ao grupo;
  • Passeios opcionais, como sobrevoo na Costa do Esqueleto e passeio de balão no deserto;
  • Early check-in e Late check-out;
  • Equipamento de fotografia;
  • Bebidas e refeições não mencionadas no roteiro;
  • Despesas pessoais e gorjetas.

equipamentos recomendados

  • Câmera fotográfica
  • Cartões de memória
  • Lentes de 17mm a 200mm
  • Tripé
  • Cabo disparador

* Em caso de dúvidas, entre em contato conosco.

voos internacionais

Embarque em São Paulo no dia 28 de maio com destino a Windhoek. Embarque de retorno ao Brasil a partir de Windhoek no dia 8 de junho. Consulte-nos para cotação e reserva das passagens aéreas.

QUER SE INSCREVER OU TEM DÚVIDAS? ENTRE EM CONTATO

——————————————————————————————————-————————————————————-

Preencha os campos abaixo:

Nome*:

Email*:

Telefone

Mensagem*: