UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA DE CAÇADA À AURORA BOREAL PELO AUTÊNTICO ALASCA

Para quem gosta de natureza selvagem esse pode ser o destino perfeito. Viajar pelo Alasca é ter a  experiência de vivenciar muito do que vimos nos documentários pela TV,  naquele que parece ser um destino tão distante e inalcançável.

Considerado o maior estado norte-americano em extensão territorial, o Alasca abriga 17 parques nacionais, o que significa dois terços do território no sistema de parques. De cadeias de montanhas a rios praticamente intocados, junto  a sua vasta tundra, as aventuras pelo Alasca proporcionam um leque imenso de oportunidades para o turismo. Durante a nossa expedição, visitaremos o Parque Nacional Denali, o mais famoso do estado, cuja principal atração é a montanha que dá nome ao parque, o pico mais alto na América do Norte e cobiçado por todos os grandes alpinistas do mundo. Os visitantes retornam do parque de dois milhões de hectares contando histórias de lobos, caribus, alces, águias e até mesmo ursos que avistaram por ali. Além disso, há os cenários impressionantes de tundra e taiga subárticas, vales e um bom número de picos que competem com o famoso Denali.

Nossa expedição passará por cidades mais estruturadas, como Anchorage e Fairbanks, bem como as pacatas Talkeetna e Healy, em ambientes que lembram o Velho Oeste e nos oferecem uma bela perspectiva do autêntico Alasca que sempre fizeram parte da nossa imaginação. Também teremos a oportunidade de viajar de trem pela famosa Alaska Railroad, que proporciona cenários belíssimos no trajeto entre Talkeetna e o Denali. Mas o nosso principal foco, com toda a certeza, será observar a Aurora Boreal, um dos mais belos fenômenos da natureza.

A Aurora é um fenômeno natural que ocorre predominantemente em ambas às regiões polares, norte (Aurora Boreal) e sul (Aurora Australis). O sol, em toda sua magnitude, produz inúmeras partículas de matéria que viajam por meio dos ventos solares. Esta matéria, chamada de “plasma solar”, é formada por prótons, elétrons e neutrinos. É energia pura! Canalizada pelo campo magnético terrestre, o impacto dessas partículas na alta atmosfera da Terra causa o famoso fenômeno de luzes dançantes. Para que seja possível observar a Aurora Boreal, é necessária a combinação de uma série de fatores meteorológicos e físicos. Por isso, nosso trabalho no dia a dia da viagem é feito com o objetivo de maximizar as chances de visualização das luzes a olho nu, sem abrir mão do conforto e segurança do grupo.

Além da minha presença em todas as expedições de caçada à Aurora Boreal, contamos sempre com um coordenador operacional brasileiro que ajuda a garantir que tudo saia conforme programado. Note que brasileiros dirigindo o veículo de caçada à Aurora Boreal nestas regiões torna a viagem ilegal, colocando a vida dos passageiros em risco. Por isso, respeitamos à risca as leis de transporte de turistas, que exige motorista local com uma série de autorizações.

Nosso roteiro foi planejado para oferecer uma experiência bem completa, com uma pitada de aventura e sempre em segurança, além de boas chances de contemplação da Aurora Boreal, uma das mais incríveis manifestações da natureza. Espero você em mais uma aventura em busca da Aurora Boreal e das lindas paisagens do Alasca!

Marco Brotto

Clique aqui e confira a Galeria completa de fotos

CONFIRA OS VALORES E CONDIÇÕES

Marco Brotto

Caçador de Auroras Boreais

Que a natureza nos oferece inúmeros espetáculos merecedores de serem registrados por nossas câmeras fotográficas já sabemos. Mas poucos deles se equiparam em termos de beleza à aurora boreal, considerado, com muita razão, um dos fenômenos mais grandiosos e intrigantes. Entender o que são as auroras boreais, como elas se formam na atmosfera, onde e por que aparecem e quais são as melhores técnicas para registrá-las em imagens fotográficas tem sido o desafio do incansável paranaense Marco Brotto.

Nascido em Curitiba, há 47 anos, Marco Brotto estudou História da Arte em Firenze, Itália, além de ter frequentado cursos de Desenho Industrial e Administração de Empresas. Seu início no universo da fotografia ocorreu em 2011, quando comprou sua primeira câmera DSLR, justamente quando viajou ao Alasca para conhecer de perto a aurora boreal pela primeira vez. Ele lembra que estava fotografando o céu, quando, de repente, a aurora começou a aparecer no canto da câmera. Quando olhou para cima, o céu estava completamente verde, num espetáculo lindo e impactante.

Desde então, não parou mais a ponto de ser um dos maiores especialistas brasileiros no assunto. Até janeiro de 2018, Marco calcula já ter visto auroras por mais de 400 noites. Apesar disso, ele conta que a cada segundo e a cada momento, ela se transforma em um espetáculo único, diferente. Por tudo isso, ele foi escolhido para liderar várias expedições da OneLapse rumo ao Hemisfério Norte. Sua paixão pela fotografia, aliada à sua profunda admiração pelas auroras, possibilitou a criação de imagens magníficas, que inclusive ilustraram páginas de revistas renomadas, como as edições impressas da National Geographic publicadas na Espanha, na Itália, no Japão, entre outras. Suas imagens também foram vistas nas principais revistas de fotografia do Brasil, entre outras publicações, como Veja São Paulo e Folha de S. Paulo. Em 2017, expôs na Foto Imagem, considerada a maior exposição de equipamentos fotográficos da América Latina. Ainda em 2017, por meio da embaixada na Noruega no Brasil, o governo do país escandinavo patrocinou uma exposição com fotos de sua autoria em uma feira Viking que acontece anualmente no Clube Pinheiros, em São Paulo. Também vieram ao público fotos suas em exposições coletivas em shoppings centers de Curitiba e no metrô de São Paulo.

Para Marco Brotto, fazer um bom registro de uma aurora requer muita paciência, conhecimento e concentração. É necessário também que temperatura e ventos colaborem, além de estar no lugar certo e na hora certa. Por isso, conhecimento e experiência são fundamentais. Segundo ele, algumas vezes o fenômeno é tão rápido e intenso que o fotógrafo pode até se perder entre contemplar a natureza ou regular a câmera. Profundo conhecedor do assunto, ele revela que poder compartilhar suas experiências, ensinar e aprender com os outros participantes dos grupos é gratificante.

Para ele, independentemente do conhecimento fotográfico de cada membro do grupo que lidera, todos têm um sonho: trazer para a casa as mais impactantes imagens de uma aurora boreal. Ajudar no que for preciso para realizar esse sonho é sua maior recompensa. Por isso, todos os detalhes são pensados para que a experiência seja inesquecível. Tanto Brotto como a OneLapse levam muito a sério questões relativas à segurança e bem-estar, além de estarem totalmente preparados em relação às normas, leis e costumes locais. Outra preocupação da equipe é levar os participantes da expedição a paisagens diferentes para propiciar que o portfólio de cada entusiasta da fotografia seja cada vez mais rico, único e interessante. Afinal, guardar para sempre uma bela imagem das luzes iluminando o céu noturno do Hemisfério Norte é dessas experiências de vida que não têm preço.

Clique aqui e saiba mais sobre o Fotógrafo.

DIA A DIA

LEGENDA

  Café da manhã incluído
  Almoço incluído
  Jantar incluído

DIA 1 | ANCHORAGE

Chegada ao aeroporto de Anchorage. Recepção e traslado (não incluso) ao hotel para chek-in. Restante do dia livre para descanso e atividades individuais. A maior cidade do Alasca recebe grande parte dos voos e sua localização é um bom ponto de partida para uma série de atrações. A cena gastronômica é autêntica e interessante, principalmente de peixes e frutos do mar. O centrinho é gostoso para caminhar e tem lojas com artesanatos de povos nativos do estado, como os inupiat e os athabaskan.

DIA 2 | ANCHORAGE – TALKEETNA

Pela manhã, encontraremos com o nosso especialista, Marco Brotto, para um briefing detalhado sobre o o dia a dia da nossa expedição. Aproveitaremos esta oportunidade para aprender mais sobre o fenômeno (Aurora Boreal), bem como tirar as últimas dúvidas. Em seguida, sairemos de carro até Talkeetna, um povoado com cerca de mil habitantes e cercado por rios com enorme quantidade de salmão. Esta é a única cidade do mundo que tinha um gato como prefeito, e por esse fato curioso ficou famosa mundialmente. O gato Stubbs era “prefeito honorário” da cidade desde que nasceu e sua fama começou quando os moradores, insatisfeitos com os então candidatos a prefeito, resolveram “votar” no gato como forma de protesto. O cargo de Stubbs era simbólico, mas sua popularidade é real. Chegada, check-in e restante do dia livre para aproveitarmos a paisagem dos lodges, localizados às margens do Rio Susitna. De acordo com as condições meteorológicas, poderemos fazer a nossa primeira caçada seguindo as orientações do nosso especialista.

DIA 3 | TALKEETNA

Pela manhã, poderemos fazer um sobrevoo (opcional) de monomotor pelo Parque Nacional Denali, proporcionando lindas paisagens de um dos locais mais famosos e bonitos do Alasca. O voo oferece uma vista panorâmica do Monte Denali, um dos destinos de escalada mais procurados por alpinistas do mundo todo. De acordo com as condições climáticas e o tipo de voo contratado, será possível pousar no glaciar localizado no coração do parque. Nosso dia em Talkeetna será livre para explorarmos, com uma caminhada, esta pequena cidade rodeada por montanhas e conhecida como um local do velho oeste, observando um pouco do clássico interior do Alasca, bem rústico e pitoresco. Em Talkeetna, poderemos tomar café da manhã em uma típica padaria da região e almoçar no famoso King Crab. À noite, poderemos curtir um tradicional Salloon com música ao vivo ou, se as condições estiverem favoráveis, faremos uma saída para fotografar a Aurora Boreal. Pernoite.

DIA 4 | TALKEETNA – HEALY

Após o café da manhã, seguiremos de trem até a região do Parque Nacional Denali. O trecho de Talkeetna até Denali nos proporciona vistas magníficas da paisagem local e ótimas oportunidades de fotografia, além da experiência única de viajar pela tradicional Alaska Railroad – uma vivência obrigatória para aqueles que desejam uma imersão nas paisagens da região. Chegada à estação Denali e transporte até o nosso lodge, localizado próximo ao parque nacional e também de um lago com bela vista. À noite, se as condições estiverem favoráveis, faremos mais uma caçada à Aurora Boreal neste novo ambiente.

DIA 5 | HEALY

Dia dedicado a explorarmos o Parque Nacional Denali. Pico mais alto na América do Norte, o Monte McKinley, cujo nome em língua atabasca é Denali e significa “o grande”, é a principal atração do parque, mas não a única. Com dois milhões de hectares, ali é possível avistar ursos, lobos, caribus, alces e águias, e, além disso, contemplar os cenários impressionantes de tundra e taiga subárticas, geleiras, vales com depressões geográficas em garganta e um bom número de picos que quase competem com o grande principal. Vamos usar boa parte do dia para explorar o local em um ônibus do próprio parque e, com um pouco de sorte, encontraremos os famosos animais que ali habitam. À noite, se as condições estiverem favoráveis, faremos uma saída em busca da Aurora Boreal. Retorno ao lodge para pernoite.

DIA 6 | HEALY – CHATANIKA

Pela manhã, check-out e transporte de carro até Chatanika. Situada a 65 graus de latitude Norte, é a localidade em que as luzes brilham com mais frequência e intensidade de todo o Alasca. As chances de ver a Aurora aqui são grandes, mas não há outra forma de encontrá-las a não ser caçando-as, e é isso o que vamos fazer. Chegada, check-in e tarde livre. Nosso lodge é rústico e isolado, para que possamos vivenciar o verdadeiro Alasca. À noite, se as condições estiverem favoráveis, sairemos de carro com o objetivo de observar a Aurora Boreal. Retorno ao lodge e pernoite.

DIA 7 | CHATANIKA – FAIRBANKS

Manhã livre. À tarde, visitaremos o museu da Universidade de Fairbanks. Pela proximidade com o Círculo Ártico (pouco mais de 300 km ao sul), o campus é uma referência em estudos de biologia, engenharia e geofísica dessa região, além de mesclar a modernidade da arquitetura dos edifícios com a atmosfera de um retiro. O Museu do Norte, fundamental no roteiro de qualquer visitante, revela a vida selvagem no Alasca nos últimos milhões de anos. Ali, o visitante aprende que o Estado já foi fisicamente mais próximo da Ásia do que da América do Norte, e que, durante a Era Glacial – a última foi encerrada há 10 mil anos – diversas espécies de animais e plantas migraram entre os dois continentes – inclusive o homem. A coleção inclui fósseis de mamutes e mastodontes extintos há cerca de 12 mil anos, comumente encontrados até hoje no interior do Estado. Junto aos achados arqueológicos, ocupam a “galeria do Alasca” grandes animais terrestres que habitam a região: lobos, focas, raposas, cervídeos e ursos polares. Retorno ao hotel e à noite, caso as condições estejam favoráveis, faremos outra saída em busca da Aurora Boreal. Pernoite.

DIA 8 | FAIRBANKS

Manhã livre. A tarde, faremos um passeio de dog sledding (trenó puxado pelos cães) e teremos a oportunidade de conhecer melhor a história e a relação secular dos habitantes do Ártico com esses belos animais. À noite, se as condições permitirem, faremos a nossa última caçada à Aurora Boreal. Pernoite.

DIA 9 | FAIRBANKS – EMBARQUE

Dia livre. De acordo com o horário do voo, traslado pelo shuttle do hotel até o aeroporto, de onde nos despediremos com ótimas recordações.

FIM DOS SERVIÇOS

GALERIA DE FOTOS

Fotos: Marco Brotto / Shutterstock. Todos os direitos reservados.

MAIS INFORMAÇÕES

   HOSPEDAGEM

ANCHORAGE: Millennium Hotel Lakefront ou similar
TALKEETNA: Susitna River Lodge
HEALY: Aurora Denali Lodge
CHATANIKA: Mount Aurora Lodge
FAIRBANKS: Holiday Inn Express

INCLUI

  • 08 noites de hospedagem com café da manhã (exceto em Talkeetna);
  • Traslados de chegada e saída oferecidos pelos hotéis;
  • Transporte privativo ao grupo para todas as saídas de acordo com o roteiro;
  • Passeios com entradas para todas as atividades descritas no roteiro;
  • Passagem de trem (Adventure Class) para o trecho Talkeetna – Denali;
  • Acompanhamento do especialista e caçador de Auroras Marco Brotto;
  • Acompanhamento de staff da OneLapse durante todo o roteiro para assistência operacional;
  • Instruções para fotografar a Aurora Boreal (observar lista de equipamentos recomendados);
  • Seguro viagem April – Plano Total.

NÃO INCLUI

  • Passagens aéreas e taxas aeroportuárias;
  • Early check-in e Late check-out;
  • Visto americano;
  • Passeios descritos como opcionais, como por exemplo o sobrevoo pelo Denali;
  • Refeições, exceto café da manhã descritos no roteiro;
  • Equipamento de fotografia;
  • Despesas pessoais e gorjetas.

OBSERVAÇÕES DA VIAGEM:

  • Os preços estão em dólares americanos (US$) e por pessoa. A conversão para o Real levará em consideração o câmbio turismo no dia da confirmação do grupo, conforme cotação do Valor Econômico;
  • Para esta viagem, brasileiros necessitam de passaporte com validade mínima de 6 meses, além de visto americano previamente emitido;
  • Por se tratar de um fenômeno natural, não podemos garantir a visualização da Aurora Boreal durante a viagem. No entanto, tudo foi planejado para maximizar as chances;
  • O sobrevoo opcional ao Denali está sujeito a disponibilidade de lugares e as condições meteorológicas do dia;
  • O roteiro previsto pode sofrer alterações durante a viagem devido às condições climáticas e/ou se o guia responsável considerar necessário, incluindo deslocamentos mais longos e de madrugada com o objetivo de observar as luzes do norte.

 

EQUIPAMENTOS RECOMENDADOS PARA FOTOGRAFAR AURORA BOREAL

  • Câmera fotográfica com função de longa exposição
  • Tripé
  • Lente grande angular

* Em caso de dúvidas, clique aqui e veja nosso FAQ.

 

ATENÇÃO

Todos os nossos roteiros com foco em Aurora Boreal seguem corretamente a legislação de cada país quanto ao transporte, oferecendo segurança e conforto a todos os participantes. Alguns destinos exigem a contratação de empresas locais credenciadas para este tipo de serviço e o não cumprimento desta regra pode acarretar em graves problemas para o fornecedor e clientes junto as autoridades legais, seguradoras, etc. Recomendamos atentar-se quanto a informalidade das empresas, que oferecem produtos similares a preços abaixo do mercado, exigindo a prestação de serviços legalizada.

QUER SE INSCREVER OU TEM DÚVIDAS?

PARTE TERRESTRE – VALORES POR PESSOA

POR PESSOA EM ACOMODAÇÃO DUPLA:

US$ 4.490,00*

SUPLEMENTO VOLUNTÁRIO PARA ACOMODAÇÃO INDIVIDUAL: US$ 700,00

DEPÓSITO EM SINAL NO MOMENTO DA INSCRIÇÃO: R$ 2.500,00

DESCONTO AOS 6 (SEIS) PRIMEIROS INSCRITOS: R$ 700,00

Forma de Pagamento
  • A vista em depósito com 5% de desconto
  • 30% de entrada + saldo em até 4x sem juros no Visa, MasterCard e Amex

 

* Caso o grupo seja fechado sem cia para dividir a acomodação, será cobrado um suplemento involuntário no valor US$350,00 72h antes do embarque.

** Esta viagem exige um número mínimo de 10 participantes para que o grupo seja confirmado. O sinal é uma garantia de inscrição e não é reembolsável em caso de desistência da viagem, bem como não é válido para troca de destino. A confirmação ou não da saída será feita até 28/09/2018 ou antes, caso já tenhamos atingido o número mínimo de participantes (a saída normalmente é confirmada bem antes do prazo). Confirmando o grupo, o valor do sinal será abatido da entrada e caso o mesmo não seja confirmado, o valor será integralmente devolvido.