(11) 2528-9181contato@onelapse.com.br

EXPEDIÇÃO PERU – MACHU PICCHU & CUSCO

/ EXPEDIÇÃO PERU – MACHU PICCHU & CUSCO

EXPEDIÇÃO PERU

CUSCO & MACHU PICCHU

por Cristiano Xavier

O Peru é um país surpreendente! Pela segunda vez tive a oportunidade de visitá-lo, mas agora guiando um grupo na primeira expedição Peru – Machu Picchu, da OneLapse. Aqui a cultura secular se destaca e a arquitetura inca é algo que permeia o inexplicável quando olhamos os encaixes milimétricos entre as pedras.

Nosso ponto de partida foi Cusco, uma cidade cosmopolita e que respira história. É necessário alguns dias ali para um mínimo de aclimatação a altitude de 3.400m e evitar o soroche. O chá de coca é um poderoso aliado neste processo. Boa dica é aproveitar as primeiras horas da manhã, quando poucas pessoas circulam pela cidade. Os primeiros raios de sol são espelhados nas pedras lisas das calçadas e ruas favorecendo muitas composições no contra-luz. Neste giro matinal, aproveitar para localizar algum bom restaurante para o almoço é uma boa ideia. A culinária peruana é uma das mais famosas do mundo e em Cusco os preços são muito atrativos mesmo entre os restaurantes Top 10 da cidade.

Mesmo para quem já conhece bem o local, aquela primeira vista é sempre inspiradora. Haviam muitas nuvens no momento, mas como elas se movimentavam rápido, acabavam abrindo frestas de luz focadas cada hora em uma parte de Machu Picchu. Foi só acompanhar e esperar o momento certo para capturar a magia!

Após três dias é hora de embarcar no trem e cruzar o vale sagrado em direção a Machu Picchu. Águas Calientes é a cidadezinha que nos dá suporte para a subida até a Cidade Inca. Chegamos ao hotel para decidir como seria nossa abordagem. Machu Picchu fica na divisa entre a Cordilheira dos Andes e a Floresta Amazônica, o que gera um microclima muito específico, mas que precisaria ser estudado para maximizar nossas chances de boas imagens. Teríamos duas subidas até as ruínas e decidimos pelo final de tarde do primeiro dia e a primeira luz do dia seguinte.

Grupo descontraído durante manhã de fotografias nas ruínas de Sacsayhuaman. Foto: Cristiano Xavier.
A subida leva meia hora e chegamos por volta das 15:30h, sem os tripés, pois não é permitido. Entramos e subimos até a parte mais alta em busca de uma vista geral e planejar o percurso de acordo com o sol que já estava descendo em direção ao horizonte. Mesmo para quem já conhece bem o local, aquela primeira vista é sempre inspiradora. Haviam muitas nuvens no momento, mas como elas se movimentavam rápido, acabavam abrindo frestas de luz focadas cada hora em uma parte de Machu Picchu. Foi só acompanhar e esperar o momento certo para capturar a magia!

No dia seguinte, chegamos bem cedinho e tudo estava tomado pela neblina, exatamente como presenciei em minha visita um ano antes. Mas era certo que tudo mudaria conforme o clima ia esquentando. As mais belas fotos seriam neste intervalo, nem com muita neblina e nem totalmente limpo.

Missão cumprida. Hora de finalizar a expedição Peru em um luxuoso spa localizado no Vale Sagrado, aprender um pouco sobre edição e tratamento das fotos, contar causos e dar muita risada com mais esta turma de amigos! Sem esquecer do pisco, muito pisco…

IMAGENS EXPEDIÇÃO PERU

Fotos: Cristiano Xavier. Todos os direitos reservados.